Contato@institutovaloravita.com.br

Consultoria Empresarial Mentoring & Coaching

(21) 96868-8569
(21)ᅠ97324-3868

Rio de Janeiro-RJ

(21)ᅠ97324-3868

Livros

Indicações de livros

  • Os Quatro Compromissos

    Don Miguel Ruiz
  • A Coragem de Ser Imperfeito

    Brené Brown
  • As Cinco Linguagens do Amor

    Gary Chapman
  • O Poder da Autorresponsabilidade

    Paulo Vieira
  • Inteligência Positiva

    Shirzad Chamine

Em Os quatro compromissos, Don Miguel Ruiz revela a fonte de crenças autolimitantes que nos roubam a alegria e criam sofrimentos desnecessários. Baseadas na sabedoria ancestral tolteca, as ideias contidas neste livro explicam de forma esclarecedora como nós somos influenciados e profundamente modificados de acordo com os padrões exigidos pela sociedade moderna. Por exemplo, Ruiz diz que todas as crianças nascem perfeitamente amorosas, divertidas e genuínas. No entanto, os pais ensinam aos filhos padrões de comportamento que estes devem seguir para receber amor e evitar críticas. Eventualmente, esses padrões se tornam internalizados, um conjunto inconsciente de instruções para viver a vida. Segundo o autor, a maioria dessas crenças inconscientes é perfeitamente arbitrária. Muitas delas são irracionais e desnecessariamente limitantes. A chave para a liberdade é tomar consciência de nossos pensamentos irracionais e limitadores, para que possamos substituí-los por pensamentos saudáveis. Ruiz afirma que as crianças não sabem nada além de concordar com as realidades adultas nas quais são doutrinadas. As crianças não discutem com o significado das palavras ou gramática, pois estão aprendendo a língua. Se meus pais me dizem que sou inteligente e bonito, acredito neles. Se eles me disserem que sou burro e feio, acredito neles. As crianças não têm escolha senão concordar. Eles são como os prisioneiros, algemados e forçados a acreditar que sombras de objetos artificiais são reais. Mas, à medida que amadurecemos, podemos nos tornar guerreiros, libertando-nos dos grilhões de acordo com nossas ideias falsas e implantadas. Podemos aceitar compromissos mais saudáveis. Através dos quatro compromissos - seja impecável com sua palavra; não leve nada para o lado pessoal; não tire conclusões e dê sempre o melhor de si - este livro nos oferece um poderoso código de conduta que pode rapidamente transformar nossas vidas em uma nova experiência de liberdade verdadeira, felicidade e amor. 

PRIMEIRO LUGAR NA LISTA DO THE NEW YORK TIMES. 

Como aceitar a própria vulnerabilidade, vencer a vergonha e ousar ser quem você é. 

Brené Brown ousou tocar em assuntos que costumam ser evitados por causarem grande desconforto. Sua palestra a respeito de vulnerabilidade, medo, vergonha e imperfeição já teve mais de 25 milhões de visualizações. 

Viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. Mas isso não precisa ser ruim. Como mostra Brené Brown, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem. 

Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida. 

Por outro lado, as que se expõem e se abrem para coisas novas são mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de inveja. É preciso lidar com os dois lados da moeda para se ter uma vida plena. Em sua pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, Brené Brown concluiu que fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra a vergonha de nos expor e a sensação de não sermos bons o bastante, e que existem estratégias eficazes para serem usadas nesse “desarmamento”. 

Neste livro, ela apresenta suas descobertas e estratégias bem-sucedidas, toca em feridas delicadas e provoca grandes insights, desafiando-nos a mudar a maneira como vivemos e nos relacionamos. 

As diferenças gritantes no jeito de ser e de agir de homens e mulheres já não são novidade há tempos. O que continua sendo um dilema é como fazer dar certo uma relação entre duas pessoas que às vezes parecem ter vindo de planetas distintos. Compreender essas diferenças é parte da solução e é nisso que Gary Chapman vai ajudar você. Com mais de 30 anos de experiência no aconselhamento de casais, ele percebeu que cada um de nós adota uma linguagem pela qual damos e recebemos amor. Quando o casal não entende corretamente a linguagem predominante de cada um, a comunicação é afetada, impedindo que se sintam amados, aceitos e valorizados. Nesta edição de sua clássica obra sobre relacionamentos, que já vendeu mais de 8 milhões de exemplares, Gary Chapman não só explica as cinco linguagens como apresenta um questionário para os maridos e outro para as esposas descobrirem a sua linguagem de amor. Além disso, uma seção especial de perguntas e respostas vai esclarecer todas as suas dúvidas e lhe dar o direcionamento sobre como expressar melhor seu amor a seu cônjuge e ajudará você a compreender a forma dele manifestar o amor. Gary Chapman identificou cinco formas através das quais as pessoas expressam e recebem as manifestações de amor: palavras de afirmação; tempo de qualidade; presentes; atos de serviço; toque físicoAprendam, você e seu cônjuge, a se comunicar através dessas linguagens e experimentem como é ser realmente amado e compreendido. 

Muitas pessoas têm consciência de que precisam assumir as rédeas da própria vida, porém não sabem como fazer isso na prática. Este livro traz ao leitor o conceito de autorresponsabilidade. Trata-se de um manual que apresenta a metodologia das 6 leis para a conquista da autorresponsabilidade, de modo que o leitor assuma o comando de sua vida. Aplicando esse conceito, você será capaz de levar alta performance à vida pessoal e profissional, saindo de um estado não satisfatório para uma vida de abundância e de sucesso. Aqui você vai aprender a: 1. Calar-se em vez de criticar. 2. Dar sugestão em vez de reclamar. 3. Buscar a solução em vez de buscar culpados. 4. Fazer-se de vencedor em vez de vitimizar-se. 5. Aprender com os erros em vez de justificá-los. 6. Julgar as atitudes, e não as pessoas. Não adie mais a vida para a qual você está destinado. Assuma a responsabilidade e a construa! 

O conceito de inteligência emocional se popularizou em meados dos anos 90 a partir do best-seller de Daniel Goleman que ressalta a importância do equilíbrio emocional para a forma como indivíduos se relacionam entre si e também para a maneira como líderes lidam com suas equipes e desafios profissionais. O estudo serviu de ponto de partida para uma série de outras abordagens que buscam legitimar o aspecto emocional para a satisfação pessoal e o alcance de bons resultados no ambiente de trabalho com base nos avanços de diversas áreas do conhecimento humano. O livro Inteligência positiva, de Shirzad Chamine - CEO de uma das maiores organizações de treinamento de coaches do mundo, representa um novo passo na identificação de como o equilíbrio emocional é determinante na maioria das tentativas para melhorar a vida pessoal e profissional. O autor afirma que apenas 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e atribui ao processo de sabotagem da mente humana à causa de grande parte dos fracassos. Shirzad parte da premissa que a mente humana é a melhor aliada de cada indivíduo e, paradoxalmente, também a pior inimiga. Os sabotadores internos estão sempre em atividade, mas é possível identificá-los e assim enfraquecê-los, melhorando significativamente a ação do cérebro a favor do indivíduo. Para medir o fenômeno, Shirzad desenvolveu o conceito de inteligência positiva (QP na sigla em inglês), que avalia a porcentagem do tempo em que a mente humana atua como aliada e não como sabotadora. Tal medida fornece a resposta para questionamentos diversos, como, por exemplo, por que quase todas as resoluções de ano-novo são deixadas de lado, ou ainda por que alguém sucumbe a velhos hábitos notoriamente prejudiciais. Com técnicas e ferramentas inovadoras, Inteligência positiva combina conhecimentos da neurociência, psicologia positiva, ciência organizacional e liderança para desenvolver e alcançar o potencial máximo tanto para o sucesso profissional como para a realização pessoal. No livro, o autor busca identificar os principais sabotadores e como dominá-los. Entre os mais comuns estão o Crítico, o Controlador, a Vítima, o Hiperrealizador e o Prestativo. Aponta ainda como medir a pontuação do quociente de inteligência positiva (QP) de uma equipe e de si mesmo e como estabelecer o ponto de virada para o desempenho máximo, aumentando-o consideravelmente em apenas 21 dias. Apresenta técnicas para desenvolver novos “músculos” cerebrais na execução de tarefas rotineiras. E, por fim, ensina como aplicar ferramentas para fortalecer equipes, controlar o excesso de trabalho, trabalhar com pessoas “difíceis”, melhorar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e reduzir o estresse. Segundo Shirzad, os chamados sabotadores são um fenômeno universal. A questão, aponta o autor, não é identificar a existência deles, mas de que modo se manifestam e em que intensidade. Shirzad defende ainda que a inteligência positiva ajuda a encontrar o equilíbrio entre vida pessoal e trabalho, na construção de equipes mais eficazes, na resolução de problemas complexos, na descoberta de propósito para a vida, nos cuidados com a saúde, na criação de filhos, no gerenciamento de estresse, entre outras questões que afligem a todos. 

  • Felicidade Autêntica

    Martin Seligman
  • Os cinco passos para encontrar
    seu propósito de vida e ser mais feliz

    Ken Mogi
  • O Poder do Hábito

    Charles Duhigg
  • O Jogo Interior do Tênis

    O Guia Clássico para
    o lado mental da Excelência no
  • Talento Para A Vida

    Descubra E Desenvolva
    Seus Pontos Fortes

Best-seller do New York Times, Felicidade autêntica apresenta a revolucionária psicologia positiva e nos mostra como aplicá-la no dia a dia. De acordo com Martin E. P. Seligman, eminente pesquisador da psique humana e fundador da psicologia positiva, não basta acabarmos com o sofrimento para sermos felizes, e sim descobrirmos o que há de melhor dentro de nós. O autor nos ensina que a felicidade pode ser cultivada, desde que saibamos utilizar alguns traços e qualidades que já possuímos, como bondade, originalidade, humor, otimismo e generosidade. Lançando mão de nossas “forças pessoais” em todos os setores fundamentais da vida, desenvolvemos amortecedores naturais contra a infelicidade e as emoções negativas. Neste livro claro e acessível, o autor nos mostra que é possível sermos mais felizes, sentirmos mais bem-estar, termos maiores ambições e, provavelmente, darmos mais risada. É um construtivo debate sobre a natureza da felicidade. “Finalmente a psicologia leva a sério a alegria, o prazer e a felicidade.” ― Daniel Goleman, autor de Inteligência emocional 

Viver uma vida plena, longa e feliz? Sim, é possível. A fórmula, segundo os japoneses, é encontrar o seu próprio ikigai, que vai ajudar você a definir e apreciar os prazeres da vida. Aqui, você irá descobrir os cinco passos para alcançá-lo e, assim, encontrar satisfação e alegria em tudo aquilo que faz. Esse antigo segredo dos japoneses pode fazer você viver mais, ter mais saúde, ser menos estressado e, principalmente, mais realizado com a sua vida. 

Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela mudaram de maneira fundamental. Publicitários da Procter & Gamble observaram vídeos de pessoas fazendo a cama. Tentavam desesperadamente descobrir como vender um novo produto chamado Febreze, que estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles detecta um padrão quase imperceptível - e, com uma sutil mudança na campanha publicitária, Febreze começa a vender um bilhão de dólares por anos. Um diretor executivo pouco conhecido assume uma das maiores empresas norte-americanas. Seu primeiro passo é atacar um único padrão entre os funcionários - a maneira como lidam com a segurança no ambiente de trabalho -, e logo a empresa começa a ter o melhor desempenho no índice Dow Jones. O que todas essas pessoas tem em comum? Conseguiram ter sucesso focando em padrões que moldam cada aspecto de nossas vidas. Tiveram êxito transformando hábitos. Com perspicácia e habilidade, Charles Duhigg apresenta um novo entendimento da natureza humana e seu potencial para a transformação. 

Número 1 em vendas nos Estados Unidos hoje e em todos os tempos! Best-seller mundial. 

Gallwey é conhecido também como o fundador do conceito Coaching, a ferramenta mais utilizada nos dias de hoje para o desenvolvimento de pessoas, e que deu origem posteriormente ao coaching de negócios, ao coaching de vida e ao coaching executivo. 

“Li e reli O Jogo Interior por quase quatro décadas. Essencialmente, ele trata de preencher a lacuna existente entre o Potencial e o Desempenho de um indivíduo... 

– Atul Gawande – The New York Times 

“O livro já vendeu mais de um milhão de cópias e foi o responsável por impulsionar o estilo que hoje conhecemos popularmente por ‘Jogo Mental’. Ele oferece um método revolucionário de aprender e refletir sobre o jogo.” 

– Harvard Tennis News 

Em vez de propor técnicas de jogo, este livro se concentra no fato de que todo jogo é composto por duas partes: exterior e interior. 

O jogo exterior é disputado contra os oponentes e é repleto de eventos inesperados; já o interior acontece dentro da mente do jogador, sendo seus principais obstáculos: a insegurança e a ansiedade. 

Com o elevado nível técnico e preparo físico dos jogadores da atualidade, o Jogo Interior é muitas vezes o fator decisivo para colocar o troféu de um Grand Slam nas mãos de um jogador. Trata-se de psicologia esportiva. 

Este brilhante livro, chamado por Billie Jean King (detentora de 39 títulos de Grand Slams) de a Bíblia Do Tênis, traz as teorias de Gallwey sobre concentração,eliminação de vícios de jogo, autoconfiança dentro da quadra e consciência individual.  

A filosofia aqui apresentada transcende o mundo esportivo e se estende para os negócios, para melhoria de performance, para um novo estilo de vida. 

Neste livro você verá como é possível: 

  • concentrar a mente para dominar o nervosismo, a insegurança e as distrações; 
  • descobrir o estado de “concentração relaxada”, que proporciona o seu melhor desempenho; 
  • aprimorar sua técnica por meio da prática inteligente, e utilizar os conhecimentos adquiridos durante um jogo e assim, vencer dentro e fora das quadras. 

O que fazer para descobrir e potencializar seus talentos e ter uma vida produtiva e prazerosa? 

Ter uma vida produtiva e ao mesmo tempo prazerosa de viver é o sonho de muita gente. Entretanto, a realidade revela que a grande maioria das pessoas não está satisfeita nem feliz com o que faz. Será essa uma condição imutável? Os autores desse livro (Jorge Matos e Vânia Portela) com sabedoria, demonstram que não e que muito pode ser feito.  

  • A Arte da Imperfeição

    Brené Brown
  • QS: Inteligência espiritual

    Danah Zohar e Ian Marshall
  • Em Busca De Sentido:
    Um psicólogo no campo de concentração

    Viktor Frankl
  • A bailarina de Auschwitz

    Edith Eva Eger
  • Liderar e Conectar Pessoas

    José Roberto Marques

ABANDONE A PESSOA QUE VOCÊ ACHA QUE DEVE SER E SEJA VOCÊ MESMO. 

Da mesma autora de A coragem de ser imperfeito. 

“Coragem, compaixão e conexão: através da pesquisa, das observações e da orientação de Brené Brown, essas três palavrinhas podem abrir caminho para uma incrível transformação na sua vida.” – Ali Edwards, autora de Life Artist 

Hoje em dia somos bombardeados o tempo todo por imagens de sucesso e perfeição. Isso nos faz acreditar que precisamos nos encaixar nas expectativas – nossas e dos outros – para sermos aceitos e felizes. 

Ficamos tão ocupados tentando agradar que acabamos perdendo contato com o que é mais verdadeiro, autêntico e sensível em nós. 

Brené Brown nos encoraja a questionar a necessidade crônica de perfeição e nos mostra que aceitar nossas vulnerabilidades é o melhor caminho para relações mais próximas e uma vida significativa. 

Através de sua sólida pesquisa e de emocionantes histórias, ela mostra como podemos nos libertar do perfeccionismo, da vergonha e do medo através das seguintes práticas: 

  • a coragem de ousar.
  • a compaixão de nos perdoar. 
  • a conexão com as pessoas que amamos. 

Já somos dignos de amor, pertencimento e valorização. O objetivo deste livro é que você se aproprie dessa verdade e se abra para um lindo processo de transformação interior. 

QS: Inteligência espiritual defende a ideia de que, além do QI (quociente intelectual) e do QE (quociente emocional), a inteligência humana também pode ser medida por meio da inteligência espiritual, o QS, o quociente fundamental de todos. 

Segundo os autores Danah Zohar e Ian Marshall , o QS está ligado à necessidade humana de ter propósito e objetivo na vida. Ele é o responsável pelo significado de nossa existência, pelo desenvolvimento dos valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações no dia a dia. Conhecer o potencial do nosso QS e desenvolvê-lo nos permitirá alcançar metas com mais eficiência.  

Em QS: Inteligência espiritual, você aprenderá a conhecer e controlar esse quociente, se tornando uma pessoa mais evoluída e completa." 

O fundador da Logoterapia mostra aqui como foi a sua própria experiência em busca do sentido da vida num campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Apresenta também, numa segunda parte, os conceitos básicos da logoterapia. 

A HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO, RESILIÊNCIA E CORAGEM DE UMA SOBREVIVENTE DO HOLOCAUSTO. 

“Um lindo livro de memórias que evoca as grandes obras de Anne Frank e Viktor Frankl. Muito mais que um livro; uma obra de arte.” – Adam Grant, autor de Originais 

“Não consigo imaginar uma mensagem mais importante para os tempos modernos. O livro de Edith Eger é triunfal, e deve ser lido por todas as pessoas que se importam com a própria liberdade interior e com o futuro da humanidade.” – The New York Times 

“Não existe uma hierarquia do sofrimento. Não há nada que torne a minha dor maior ou menor que a sua, nenhum gráfico no qual possamos registrar a importância relativa de uma dor sobre a outra. 

Não quero que você leia minha história e diga, 'Meu sofrimento é menos importante'. Quero que você afirme ‘Se você pode fazer isso, eu também posso!’." - Edith Eger 

A bailarina de Auschwitz é a história inspiradora e inesquecível de uma mulher que viveu os horrores da guerra e, décadas depois, encontrou no perdão a possibilidade de ajudar outras pessoas a se libertarem dos traumas do passado. 

Edith Eger era uma bailarina de 16 anos quando o Exército alemão invadiu seu vilarejo na Hungria. Seus pais foram enviados à câmara de gás, mas ela e a irmã sobreviveram. Edith foi encontrada pelos soldados americanos em uma pilha de corpos dados como mortos. 

Mesmo depois de tanto sofrimento e humilhação nas mãos dos nazistas, e após anos e anos tendo que lidar com as terríveis lembranças e a culpa, ela escolheu perdoá-los e seguir vivendo com alegria. Já adulta e mãe de família, resolveu cursar psicologia. 

Hoje ela trata pacientes que também lutam contra o transtorno de estresse pós-traumático e já transformou a vida de veteranos de guerra, mulheres vítimas de violência doméstica e tantos outros que, como ela, precisaram enfrentar a dor e reconstruir a própria vida. 

Este é um relato emocionante de suas memórias e de casos reais de pessoas que ela ajudou. Uma lição de resiliência e superação, em que Edith nos ensina que todos nós podemos escapar à prisão da nossa própria mente e encontrar a liberdade, não importam as circunstâncias.

Patrícia Fanteza é uma das co-autoras deste precioso livro sobre liderança. Para ela, uma das formas de liderança é “conectar-se pela valorização da vida”.  

Como cita José Roberto Marques, fundador e presidente do Grupo IBC, “Se a liderança não consegue conectar, engajar, apaixonar um grupo de pessoas por uma causa, ela não é, de fato, uma liderança”. 

  • Pessoas Comuns,
    Resultados Extraordinários

    Editora UNISV
  • Seja assertivo!

    Como conseguir mais autoconfiança
    e firmeza na sua vida profissional e pessoal
  • Comunicação não-violenta
    técnicas para aprimorar relacionamentos
    pessoais e profissionais

    Marshall Rosenberg
  • O poder da empatia:
    A arte de se colocar no
    lugar do outro para transformar o mundo

    Roman Krznaric
  • Inteligência emocional:
    A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente

    Daniel Goleman

A essência de uma obra está naquilo em que ela se propõe, então, posso afirmar: Esse é um livro extraordinário! Aqui, Jociandre Barbosa nos reuniu: pessoas comuns que somos, convocadas para missões e atos dos quais não achávamos estar aptos. Afinal, vencedores não nascem prontos, são forjados como guerreiros em batalha. Eu e você possuímos, dentro de nós, um dom, uma vocação ativa, empática, uma fonte viva de orgulho próprio e carregamos no coração a semente da vitória. Mas isso não basta: seremos sempre o resultado da vontade de aprender, aliada às nossas ações! Neste livro (Patrícia Fanteza é também co-autora) estão registradas as experiências e as visões de seres admirados em todo o país. Somos imperfeitos..., todos! Mas de nossas mãos, Deus pode recolher pedaços de perfeição: utilize cada pedaço para edificar uma obra perfeita, pessoal ou profissionalmente, pois Ele nos colocou aqui para que sejamos extraordinários!!! (José Luiz Tejon Megido) 

 

Você é do tipo de pessoa que tem dificuldade para dizer não? Fica quieto ou concorda com o outro numa situação polêmica, para não arrumar confusão? Tem sensação que está "engolindo sapo" com frequência? Ou você é do tipo que bate e depois pede desculpas", arrependido do que fez? Tem mais facilidade para criticar do que elogiar a si e ao outro? Ao ganhar um presente pensa que querem lhe seduzir? Não tem paciência para ouvir? Não desiste até que concordem com você, ou seja, vence pela insistência? Se respondeu sim para uma destas questões, este livro poderá ajudar. Em situações como essas, muitas vezes tendemos para passividade ou para agressividade e acabamos ignorando nossas próprias necessidades ou as dos outros. Para desenvolvermos relações maduras e produtivas, precisamos desenvolver o comportamento assertivo, aprendendo a conhecer nossos limites e a respeitar a diversidade e as diferenças dos outros. Neste livro, você vai descobrir a assertiva de, que irá propiciar-lhe um repertório de conhecimentos que lhe facilitarão a escolha de respostas mais adequadas às diversas situações e papéis que você desempenha na vida profissional, familiar e social. 

Manual prático e didático que apresenta metodologia criada pelo autor, voltada para aprimorar os relacionamentos interpessoais e diminuir a violência no mundo. Aplicável em centenas de situações que exigem clareza na comunicação: em fábricas, escolas, comunidades carentes e até em graves conflitos políticos. 

 

Um antídoto poderoso para esses tempos de individualismo e uma ferramenta eficaz para uma vida melhor. 

A empatia tem o poder de curar relacionamentos desfeitos, derrubar preconceitos, nos fazer pensar em nossas ambições e até mesmo mudar o mundo. Nesse livro, o filósofo e historiador da cultura Roman Krznaric sustenta que, ao contrário do que pensamos, não somos eminentemente autocentrados, pois nosso cérebro é equipado para a conexão social. 
Baseado em mais de doze anos de pesquisas em diversos campos do saber, ele nos leva a uma jornada através dos séculos para mostrar por que devemos desenvolver a empatia, ensinando ao mesmo tempo como é simples praticá-la. 
O autor expõe os seis hábitos das pessoas extremamente empáticas, cujas habilidades lhes permitem conectar-se com outras de maneira extraordinária e, assim, fazer a diferença e transformar as relações. Quer sejam médicos, cientistas, banqueiros, policiais, moradores de rua ou abastados fazendeiros, todos têm uma história para contar. Ao longo do caminho, Krznaric relembra também a trajetória de personagens de destaque da história (Gandhi, Mandela, Che Guevara, entre outros) e exemplos marcantes de "empatistas" reais e fictícios no cinema e na literatura. 

Polêmico, inovador e provocador, este livro é um grito de alerta aos que ainda pensam que a razão é a única responsável pelo caminho da vida. 
 
Publicado pela primeira vez em 1995, nos Estados Unidos, este livro transformou a maneira de pensar a inteligência. Alterou práticas de educação e mudou o mundo dos negócios. Das fronteiras da psicologia e da neurociência, Daniel Goleman trouxe o conceito de "duas mentes" - a racional e a emocional - e explicou como, juntas, elas moldam nosso destino. 
Segundo Goleman, a consciência das emoções é fator essencial para o desenvolvimento da inteligência do indivíduo. Partindo de casos cotidianos, o autor mostra como a incapacidade de lidar com as próprias emoções pode minar a experiência escolar, acabar com carreiras promissoras e destruir vidas. O fracasso e a vitória não são determinados por algum tipo de loteria genética: muitos dos circuitos cerebrais da mente humana são maleáveis e podem ser trabalhados. 
Utilizando exemplos marcantes, Goleman descreve as cinco habilidades-chave da inteligência emocional e mostra como elas determinam nosso êxito nos relacionamentos e no trabalho, e até nosso bem-estar físico. Pais, professores e líderes do mundo dos negócios sentirão o valor desta visão arrebatadora do potencial humano. 

Ⓒ Instituto ValoraVita 2020. Todos os direitos reservados.